EXPLICANDO O TRATAMENTO

 em Artigos Hipnose Clínica

EXPLICANDO O TRATAMENTO
Tudo começa com uma boa conversa entre o Hipnoterapeuta e o paciente – que uns chamam de consulta ou anamnese – necessária para o conhecimento das necessidades do paciente, bem como, para este saber como se processa o tratamento.
Após a consulta será proporcionado um exercício de relaxamento para ver o grau de sensibilidade e de compatibilidade do mesmo com a hipnoterapia.
Com essa avaliação e de posse do material da consulta, o psicoterapeuta, elabora o tratamento personalizado desejado pelo paciente.
O tratamento consiste em um relaxamento prazeroso e profundo – igual àquele estado – de quando começa a dormir – aquela sonolência gostosa que vai tomando conta de todo nosso corpo que leva ao descanso profundo e reparador…O mais importante é que o paciente fica entre o acordado e o dormindo, tendo toda consciência e o controle de tudo que será trabalhado. Portanto, não existe a tal lavagem cerebral, nem o caso de ir e não voltar, que na verdade são tabus e conceitos negativos imputados a hipnoterapia.
Este relaxamento prazeroso ou estado alterado de consciência, é que chamam de transe hipnótico ou sono terapêutico.
O retorno do sono terapêutico é ainda mais prazeroso, trazendo de imediato para o paciente, tranquilidade, felicidade, estima mais alta, mais vontade de lutar, mais capacidade e pronto (a) para realizar, (dentro dos seus conhecimentos capacitivos adquiridos), tudo aquilo que sonhava e estava estagnado na vida. O tratamento com a hipnoterapia, com a retirada dos conceitos limitantes, apodera a mente para a criatividade e realizações sem limites – lembrando sempre – dentro do conhecimento de cada um. A hipnoterapia não agrega conhecimento e sim proporciona a facilidade de utilizar o que já tem com mais eficiência.
Perguntam sempre quantas sessões seriam necessárias para o tratamento. Na verdade, não existe uma receita pronta porque cada pessoa difere da outra. O tratamento padrão, que será contratado, é a consulta mais três sessões que deverão ser realizadas na mesma semana para fixação maior da terapia. O paciente também pode escolher para ou dar continuidade ao tratamento após a consulta. Dependendo do caso poderão existir mais sessões e neste caso quem determina é o paciente.
Pode trazer acompanhante?
Sim, o acompanhante fara parte da parte da exposição dos trabalhos da terapia e na hora do tratamento propriamente dito, aguardará na sala de espera, levando-se em conta que o tratamento é individual e a presença de outras pessoas, parentes ou não, poderão tirar a privacidade do paciente.
Espero, pelo menos, ter respondido algumas questões pertinentes a hipnoterapia. Caso haja mais dúvidas entre em contato.
43 – 98448.0653 – Whatsapp
Domingos Cerávolo
Psicanalista e Hipnólogo Clinico

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

Open chat